SER DE JESUS

            Mantemos a convicção de que Jesus não veio instituir nenhuma religião. O mundo já tinha religiões de sobejo. Também não veio instituir uma ética ou uma moral, porque os princípios e valores que podem nortear a vida de qualquer pessoa, em conformidade com a natureza de Deus, já estavam revelados, e em todo o tempo nunca ninguém viveu à altura desses mandamentos. O problema do homem é esse mesmo. Não se trata de ignorância, mas de desobediência. Não é que o homem não possa ou não seja capaz de observar esses mandamentos, embora a sua natureza original corrompida o tenha tornado incapaz de ser, embora possa fazer o que sempre fica a léguas de alcançar.

            Muitas pessoas julgam que porque o homem é pecador desde o ventre materno, tem necessariamente de pecar. É verdade segundo a revelação bíblica que o homem é pecador e que por isso, pecar é o que está de acordo com a sua essência pecaminosa. Mas é interessante verificar o que Deus disse a Caim antes deste concretizar os seus intentos fratricidas: "Por que toda essa indignação? Por que você está irritado? Se você agir de maneira correcta, será aceite. Mas, se não agir direito, o pecado está à sua espera, pronto para atacá-lo. Está bem perto e pode agarrá-lo, você é quem deve dominar o pecado". Caim discutiu com Abel, numa ocasião em que estavam no campo. Caim partiu para cima do irmão e o matou." (Génesis 4:6-8 - paráfrase "A Mensagem", Editora Vida) Na carta aos Romanos o apóstolo Paulo mostra no capítulo um, como a rebelião do homem contra Deus está na origem da fabricação de toda a sorte de religiões e espiritualidades, e que por causa disso Deus entregou o homem às suas inclinações imorais.

            Jesus Cristo, como Deus feito homem segundo a revelação bíblica, veio e viveu como homem em conformidade absoluta como o padrão estabelecido para a humanidade, que não é mais do que a tradução em forma de mandamento da natureza divina. Deus não nos criou para vivermos em função de leis externas, mas para vivermos em função de uma essência à Sua imagem e semelhança. Por isso a advertência do Criador para que o homem não comesse da árvore da ciência do bem e do mal, ou seja, para que o homem não se arvorasse em legislador. O resultado foi o caos e a ruína que todos conhecemos. Mas em Jesus não temos apenas o legislador cumprindo todos os valores éticos e morais, no qual não é possível divisar nenhuma imperfeição, nenhuma injustiça, nenhuma maldade. Jesus veio como Salvador, para suportar sobre Si todo o pecado humano e todas as suas consequências. Um dia destes voltará, agora como Senhor e Juiz e porá um ponto final sobre todo mal, sofrimento, injustiça e pecado, e dará lugar a uma nova era de amor, justiça, santidade e perfeição.

            A comunidade evangélica em toda a sua diversidade, tem aqui a sua identidade. Esta é a sua origem, esta é a sua mensagem, esta é a sua divisa, esta é a sua missão. Como evangélico o meu foco não é o rótulo de evangélico, mas Jesus Cristo e n'Ele a revelação de Deus Pai e a manifestação do Espírito Santo.

            A origem dos evangélicos não está na Reforma Protestante, nem nos movimentos de renovação da Igreja anteriores, nem nos avivamentos dos séculos subsequentes até aos nossos dias. Identificamo-nos com a Igreja do Novo Testamento. Esta é a Igreja de Jesus Cristo, da qual Ele é a pedra, o alicerce, o fundamento e o construtor. É Jesus que pessoalmente nos deu a conhecer o Deus trino. Não conheço outro maior do que Ele, nem que com Ele se possa comparar. Ele é único, singular e exclusivo em todo o Seu amor, bondade, generosidade, graça, sacrifício, perdão, poder, serviço, dedicação e perfeição. São de Pedro, pelo Espírito Santo as seguintes palavras: "Jesus é a pedra que os pedreiros rejeitaram, que agora é a principal. A salvação não vem por outro caminho. Nenhum outro nome foi ou será designado para nossa salvação, somente o de Jesus." (Actos 4:11,12 - paráfrase "A Mensagem", Editora Vida)

 

Samuel R. Pinheiro
www.samuelpinheiro.com
www.samuelpinheiro.webnode.com.pt

SOBRE NÓS

Nasci na cidade de Coimbra a 8 de agosto de 1956, tenho duas irmãs, sou casado com Isabel Pinheiro há 33 anos, e temos uma filha Ana Pinheiro com 23 anos.

CONTACTO

Pode contactar-me pelo email indicado abaixo.

 

 

samuelpinheiro@sapo.pt

CONECTE-SE
  • Grey Facebook Icon
  • Grey Google+ Icon
  • Grey Instagram Icon

© 2017 Samuel R. Pinheiro. Orgulhosamente criado com Wix.com

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now